Inscrição na Ordem dos Advogados da Califórnia

Em Janeiro de 2021 me registrei na State Bar of California – Ordem dos Advogados da Califória. É o primeiro passo de ALGUNS… mas só essa pequena vitória já me deixou super feliz!

A inscrição foi bem mais simples do que imaginava:

  1. Fiz a Inscrição no site da State Bar of California. Informações e formulário aqui. Informei todos os meus dados, enviei documentos digitalizados e paguei cerca de R$ 1.200,00 (mil e duzentos reais).
  2. Solicitei uma Certidão a Ordem dos Advogados do Brasil – Seccional Rio de Janeiro, via e-mail. Paguei R$ 60,00 (sessenta reais). A certidão atesta o tempo em que estou inscrita nos quadros (desde 2008, como estagiária), que estou em dias com a anuidade e que nunca sofri nenhuma disciplina.
  3. Recebida a Certidão via correio, solicitei a uma Tradutora Juramentada – que encontrei através da Junta Comercial do meu Estado – que fizesse a tradução do documento. Ela pediu que a Certidão fosse Apostilada (R$ 55,00) e me cobrou R$ 200,00 (duzentos reais) pela tradução.
  4. Apostilei a cópia da Certidão Original, pois não tinha como reconhecer a Assinatura do Secretário Geral da OAB/RJ aqui em Roraima. Ao todo, gastei R$ 70,00 (setenta reais) no Cartório da minha cidade.
  5. Enviei a documentação via FEDEx. Custou R$ 354,00 (trezentos e cinquenta e quatro reais) e demorou HORRORES. Eles me deram um prazo até 31 de dezembro (coletado dia 23 de dezembro). Quando entrei em contato para saber como estava, o pacote sequer havia circulado. Tiveram que abrir um procedimento interno. PÉSSIMO! Não recomendo. Eu enviei só a cópia apostilada e a tradução.
  6. Enviei a Certidão Original via EMS dos Correios por R$116,00 (cento e dezesseis reais). O prazo que eles deram em relação ao FEDEx foi maior, mas mais chegou mais rápido em Los Angeles do que a FEDEx que custa quase 3x mais.
  7. Registro foi revisado e aprovado.

E agora?

Bom, meu próximo passo é fazer o exame chamado Multistate Professional Responsibility Exam (MPRE).

É um exame de Responsabilidade Profissional, como se fosse a prova de ética – que não sei como está hoje, mas, quando fiz em 2010, consistia em 10 questões junto com as demais todas do Exame da Ordem (que eram 100 questões de múltipla escolha).

Esse MPRE tem 60 questões, mas 10 são só um “teste”. Não conta como ponto!